SINGLES E EPs

     A Overfuzz começou em 2010 com três garotos, amigos de ensino médio, que se juntavam pra fazer um som, compôr algumas músicas e se divertir. Na época não havia pretensão nenhuma, mas conforme fomos arranjando shows e tocando em alguns lugares, começamos a melhorar nossas composições e querer gravar algo pra valer.

      Em 2011 o baixista inicial, Pedro Henrique, saiu da banda; em seu lugar entrou Bruno Andrade (Brunão). Em 2012 gravamos pela primeira vez no Rocklab, com o produtor Gustavo Vazquez, e foi uma experiência única, de muito aprendizado para todos nós na época. As músicas foram "Possum" e "Mosquito's Song". Alguns meses depois, gravamos "Demon Eyes" e "No Bliss", novamente no Rocklab, e fechamos o nosso primeiro EP, lançado em 2013. Ainda teve uma "Hidden Track" escondida no disco, gravada numa sessão ao vivo no estúdio Volt.

     Ainda em 2013, fomos cobaias dos nossos amigos Braz Torres e Rodrigo Andrade: gravamos um single com 2 faixas no Coruja, estúdio que eles tinham acabado de abrir juntos e estavam começando a fazer testes de gravação. Rolou muita fritação e experimentalismo nessa gravação. Até um canudo de chimarrão foi usado como slide de guitarra em alguns arranjos. As músicas foram "Turning Your Beauty Into A Sickness" e "No Way Out", ambas recém-compostas.

     Em 2014 produzimos mais um EP no Rocklab, dessa vez com 3 faixas gravadas na mesma sessão: "You Die Tonight", "Purple Skin" e "Bullets". Mais uma vez aprendemos muito com o Gustavo, que sempre se preocupou em extrair o melhor que nós tínhamos a oferecer, incentivando muito em nossa evolução como banda.

     Lançamos em 2015 um vinil 7" em parceria com a banda "Corazones Muertos", de São Paulo. De um lado, duas músicas deles, e do outro, duas músicas nossas. Para a ocasião, gravamos "Before The Tragedy", novamente no estúdio Rocklab, só que dessa vez numa nova localização: Pirenópolis. Essa gravação ainda rendeu um clipe, produzido por Raphael Saboya, com cenas do final de semana que passamos por lá. Para o vinil 7", a segunda música que escolhemos foi "Bullets", lançada no nosso EP anterior. 

     Depois disso, gravamos o álbum “Bastard Sons Of Rock ‘n’ Roll" e passamos um bom tempo focados em sua divulgação. O próximo single aconteceu um ano depois, durante uma turnê de divulgação do disco, e foi captado no estúdio Family Mob (São Paulo) por Hugo Silva e Jean Dolabella, através do projeto "Rubber Tracks", chancelado pela marca "Converse - All Star". A música foi uma versão mais rápida e porrada da faixa 11 do disco: "Evil Desires". A mixagem e masterização ficou por conta do Gustavo, feita aqui em Goiânia.

     Em 2017 gravamos o disco ao vivo "Drunk Session", também no Family Mob, contendo novidades como "Waste Of Time" e "The Heat", mas fomos lançá-lo só em 2018.

     Já em 2019, fomos, mais uma vez, cobaias dos experimentos de Braz Torres: gravamos a música "Keep Yourself Awake" enquanto ele ministrava um curso de produção musical, ensinando desde a microfonação e captação da cada instrumento, até edição, mixagem e masterização. Gravamos um clipe, produzido por Gabriel Lara, que mostra um pouco de como foi esse processo. O curso aconteceu no Complexo Estúdio e Pub, localizado onde antigamente era o Rocklab, antes do Gustavo resolver mudá-lo pra Pirenópolis.

No nosso SoundCloud você tem acesso a todos esses materiais. Divirta-se: